Família Grotz - Parte II


“Continuando”

No nosso tempo quando chegava a sexta-feira depois do almoço, a nossa cozinha começava a tomar outros ares, pois dava-se início aos preparativos do fim de semana e, que já ficava para a outra semana que viria.

Eram feitas as geléias, as cucas, o pão alemão o queijo mole “Ai que delicia!!! Quanto tempo não vejo este queijo.” Este queijo era feito de leite qualhado, lembro direitinho como se faz! Se Pega o leite fresco tirado da vaaaaaaaquiiiiiiiiiiinha, ferve, deixa esfriar, depois de frio coloca uma pitadinha de sal tampa e deixa na vasilha até qualhar. Depois de qualhado despeja num pano de saco de farinha branco bem limpinho e deixa escorrer, (minha mãe pendurava na torneira da pia). Quando estiver escorrido todo liquido tire e tempere a gosto ou, pode servir assim mesmo. Ai, ai, ai, que delicia!!!

A ultima coisa que se fazia era o pão alemão e era engraçado, porque em todas as janelas tinha pão, que era para esfriar, inclusive nas janelas dos vizinhos, pois esta era a rotina de fim de semana dos colonos.
Nos sábados fazia-se a faxina na casa, enquanto nossas mães continuavam na cozinha. Nós crianças tinham suas tarefas, as meninas ajudavam na limpeza da casa e os meninos iam com nossos pais para o mato buscar a lenha, fogão a gás naquela época ainda era luxo. Quando meu pai comprou o primeiro fogão a gás que tristeza! A comida ficava ruim, tinha gosto de gás nós custamos a adaptar esta nova etapa.

Trabalhava-se duro durante a semana, mas tinha suas recompensas.
Não tínhamos televisão por isso as visitas eram constantes e ai era uma festa, mas a festa maior era quando nós é que fazíamos a visita, pois tudo na casa dos outros era melhor. Se bem que o povo gostava mais de ir lá em casa, pois o nosso lugar era um paraíso, tudo muito bem cuidado, com jardins com aquelas lindas flores, e que flores! As roseiras, os tinhorões, as orquídeas, as dálias que quando chegava sua época de florada era a coisa mais linda! Tinha dálias de toda qualidade e cores.

As dálias que meu pai plantava eram famosas aqui na cidade.
No antigo Hotel Quitandinha tinha uma exposição de flores, frutos e hortaliças e as dálias lá de casa ganhou seis medalhas de ouro estas que continuam com a nossa família.

Bom gente tenho que terminar com minha historia por hoje, primeiro que o papel já esta no final e segundo minha Tata acabou de chegar aqui.
Um beijo em todos e uma boa semana
Até a próxima

Anne Grotz