Quem somos

MARCOS CARNEIRO

Marcos Carneiro é carioca, luterano, nascido na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1950, no bairro de Bonsucesso. Passou a infância no bairro de Magalhães Bastos/Vila Militar, no subúrbio da cidade natal. Filho de ex-combatente fez o curso primário na escola pública da Vila Militar. De infância pobre, difícil, segundo dos quatro filhos da família, começou a trabalhar aos 14 anos a fim de não pesar nas despesas familiares. Foi auxiliar de mecânica e pintor de paredes. Cursou o curso de técnico de contabilidade onde se sobressaiu como aluno e ganhou o direito de estagiar no escritório de contabilidade de um dos seus professores. Viúvo, pai de um filho e uma filha, avô de uma neta, é bacharel em Ciências Contábeis e pós-graduado em finanças pela FGV. Durante trinta anos foi gerente e diretor financeiro de empresas nacionais e multinacionais, além de empresário nos setores de confecções e informática. Em 2000 foi indicado como auditor independente para acompanhar o cumprimento do TAC da Petrobras após o acidente de baía da Guanabara, quando se apaixonou pelas questões ambientais , cursou Pós-Graduação em Gestão Ambiental pela FGV-RJ e se afastou das funções financeiras. Como Gestor Ambiental presta serviços à PETROBRAS há 14 anos. Casado com Elisabeth Graebner, aceitou seu convite para apresentar um bloco no programa “A Alemanha e a Música”, o qual denominou “Minutos de Sustentabilidade”. Ambientalista otimista, equilibrado, como se auto intitula, acredita fielmente que o mundo seguirá se desenvolvendo e mantendo o equilíbrio ambiental, já que a questão ambiental hoje é um produto que movimenta bilhões de dólares e emprega milhões de pessoas em todo o mundo. Assim como chegamos até aqui com desenvolvimento e sem que o caos tenha se instalado no planeta, o futuro será de mais desenvolvimento e maior equilíbrio ambiental. Defende que o equilíbrio ambiental é função de cada cidadão e não de empresas e governos apenas, pois a ação de 7 bilhões de pessoas pode muito mais do que a de apenas alguns milhares de grandes empresas de empresas.


Sua vida sempre foi marcada por atuações em projetos voluntários de assistência social, com destaque na fundação da Casa de Amparo à Criança com Câncer do Rio de Janeiro, em 1986.