A FAMÍLIA DE COLONOS MONKEN e a Familia Vogel

Na "Relação dos colonos alemães vindos por conta do governo da província do Rio de Janeiro, e que existem atualmente em Petrópolis", de 1859, publicada por Guilherme Auler, somente consta o colono GUILHERME MONKEN, que veio para a Imperial Colônia de Petrópolis acompanhado de sua mulher e oito filhos, tendo recebido o Prazo de Terras nº 620, do Quarteirão Nassau.

Entretanto, consta que JACÓ MONKEN recebeu o Prazo nº 621 do mesmo Quarteirão, JOÃO JOSÉ MONKEN o de nº 672, enquanto HENRIQUE JOSÉ MONKEN, o de nº 673. 

HENRIQUE JOSÉ foi professor de escola pública criada pelo MAJOR KOELER.

Família Monken (acervo fotográfico do Museu Imperial)

Família Monken Acervo fotográfico do Museu Imperial

 

FRÓES, José Kopke. Primeiros Tempos da Instrução Pública em Petrópolis. Tribuna de Petrópolis, 29 de junho de 1945.

Postado por Memória da Colonização Alemã em Petrópolis às 18:47 2 comentários:

DE QUE REGIÃO VIERAM E COMO VIERAM OS EMIGRANTES ALEMÃES QUE COLONIZARAM PETRÓPOLIS?

Os imigrantes alemães que vieram para Petrópolis saíram do Estado da Renânia-Palatinado, e embarcaram no porto francês de Dunquerque, junto ao Canal da Mancha. Parte do caminho era realizado em carroças e cavalos. A viagem para o Brasil era em navio a vela, geralmente de bandeira francesa. Chegando ao Porto do Rio de Janeiro, eles eram submetidos à quarentena e a exames de identificação, dentre eles “o certificado 

de cidadania brasileira” e a renúncia da cidadania alemã, pois “as autoridades não queriam que emigrantes arrependidos voltassem para sua terra natal”. Data do ano de 1822 a primeira leva de colonos alemães que vieram trabalhar em Petrópolis, na Fazenda da Mandioca. Quarenta famílias foram contratadas pelo médico Georg Heinrich von Langsdorff (1774-1852), e foram os primeiros colonos “braços livres” a trabalhar numa fazenda. Entre eles podem ser citados MICHAEL ZANGER, ANTON STRAMB, MARTIN KOCH, CATHARINA FRANZ, CARL AUTENRIETH e WILHELM MÜLLER.

Postado por Memória da Colonização Alemã em Petrópolis às 18:24 Um comentário: 

A FAMÍLIA DE COLONOS VOGEL

Segundo o pesquisador Paulo Roberto Martins de Oliveira, "A presença dos primeiros VOGEL no Brasil aconteceu entre 1822 e 1831, quando ocorreu a contratação de militares estrangeiros, principalmente os do povo germânico, pa ra a formação do Exército Imperial. Entre os militares germânicos vieram: Philipp, Ernst e Heinrich Vogel. Os 3 eram soldados, sendo que o último também tinha a função de corneteiro, e faziam parte do 2º Batalhão de Granadeiros.

Podemos assinalar que muitos do apelido VOGEL, além dos colonos contratados para Petrópolis - RJ, vieram em várias épocas para as colônias do Rio Grande do Sul - RS, Santa Catarina - SC e Minas Gerais - MG.

Das 456 famílias germânicas colonizadoras da Imperial Fazenda / Colônia que chegaram à Petrópolis a partir de 29 de junho de 1845, havia duas de apelido Vogel: as dos colonos Christian e Anton VOGEL. Além destas, outros com suas famílias chegaram mais tarde. Eram colonos e descendentes de colonos de outras colônias, como Augusto Vogel de Blumenau - SC e Jonas Adalberto Vogel de Teófilo Otoni - MG." (mais informações no site do Instituto Histórico de Petrópolis: http://www.ihp.org.br/26072015/lib_ihp/docs/prmo20001105t.htm

<< de volta