As FAMÍLIAs DE COLONOS RAEDER e AULER

Descendente de colonos alemães, nas primeiras décadas do século 20, EUCLIDES RAEDER era empresário do ramo de transportes, e renomado desportista na Cidade. Foi nomeado presidente da recém criada Liga de Futebol, com apoio de todos os membros e da própria junta comercial e de associações locais. Criou um transporte coletivo de luxo para a Cascatinha, satisfazendo assim o deslocamento da elite da própria região que considerava o “máximo” andar em transporte distinto do “populacho” que em sua maioria, principalmente operários, trafegavam apertado nos bondes e de forma insegura (comentários do Professor Oazinguito Ferreira).

Postado por Memória da Colonização Alemã em Petrópolis

OS COLONOS DA FAMÍLIA AULER

"...Numa daquelas treze naus que zarparam de Dunquerque às ordens de Delrue & Cia., conduzindo colonos germânicos que se destinavam a Petrópolis, viajava o casal HENRIQUE PEDRO AULER e MARIA MARGARIDA AULER, ele natural de Laudert, St. Goar, Koblenz. Em agosto de 1845, instalava-se o par no prazo 1626 do Quarteirão Castelânea, na Imperial Colônia serrana".

GUILHERME AULER, criador do Clube 29 de Junho, era bisneto destes colonos, filho de CRISTOVÃO GUIILHERME, casado com a espanhola ÂNGELA MARTINEZ, e radicado em Recife, onde nasceu em 6 de janeiro de 1914.

GUILHERME AULER, "através de matérias não assinadas ou por ele firmadas, ou ainda sob o pseudônimo de Ricardo Martin, procurou reanimar os arraiais germânicos de Petrópolis, tão duramente castigados pelas injustas perseguições durante a Segunda Guerra Mundial, abrindo-lhes espaços enormes na Tribuna onde pela primeira vez realizou-se um trabalho sistemático e metódico sobre a colonização desta urbe..."

(Maria de Fátima Moraes Argon, IHP http://ihp.org.br/?p=930 )

Postado por Memória da Colonização Alemã em Petrópolis

<< de volta